Perigos ocultos em churrascos de verão: 10 dicas para manter seu cachorro seguro

Mulher feliz usando telefone celular enquanto faz um churrasco com um homem e um cachorro no cais

O verão está chegando e é hora de quebrar a grelha e ter um churrasco divertido com os amigos. Mas também pode ser muito perigoso para o seu cão. Pessoas novas, cheiros estranhos, comidas tentadoras e ruídos altos podem representar perigos para seu filhote.

O fim de semana do Memorial Day tende a ser o pontapé inicial para a temporada de grelhados. É ótimo passar um fim de semana prolongado com amigos, família e boa comida. No entanto, como pais de estimação, é nossa responsabilidade garantir que nossos familiares de quatro patas também fiquem fora de perigo durante o churrasco.

Existem várias etapas que você pode seguir para garantir que seu churrasco não seja apenas divertido, mas seguro para o seu cão. Aqui estão dez dicas para manter os cães seguros em churrascos.



1. Faça uma pausa na multidão

Mulher servindo salada para um grupo de amigos enquanto o cachorro assiste no deque do quintal na noite de verão

Conhecer novas pessoas é emocionante, mas também pode ser estimulante demais. Mesmo os cães mais amigáveis ​​podem começar a sentir um pouco de ansiedade depois de serem constantemente abordados por estranhos e ao mesmo tempo serem distraídos por novos cheiros e sons.

Quanto mais ansioso seu cão estiver, maior será a probabilidade de ele procurar um lugar para se esconder ou fugir.

É melhor apenas fazer uma pausa na ação para permitir que seu cão se acalme e reduza um pouco da energia nervosa.

2. Exercite-se de antemão

Família nas férias de verão

O potencial para ansiedade em uma reunião com muitas pessoas e ruídos altos é alto. É por isso que é uma boa ideia fazer uma longa caminhada ou uma vigorosa sessão de jogos antes do início das festividades.

Um cão cansado é um cão feliz e eles terão menos energia para se dedicar à ansiedade.

Mantenha seu filhote relaxado e ele terá menos probabilidade de sentir medo ou tentar escapar.

3. Cuidado com o sol

skye aproveitando um dia de verão

Aproveitar o clima quente é bom, mas também pode ser perigoso se seu cão ficar muito tempo exposto ao sol.

Fique atento aos sinais de insolação, que incluem inquietação, respiração ofegante ou gengivas vermelhas brilhantes. Também esteja atento aos sinais de desidratação, que incluem letargia, fraqueza, gengivas secas ou olhos fundos.

Tome precauções contra queimaduras solares. Certifique-se de que seu cão tenha uma área agradável, fresca e com sombra para relaxar com bastante água e entre se o sol ficar muito quente.

Não use protetor solar projetado para humanos em seu cão, a menos que seu veterinário diga que está tudo bem. Eles podem ser tóxicos para os cães. Existem muitos protetores solares para cães no mercado que pode ser melhor para o seu cão, mas você deve consultar o seu veterinário.

4. Mantenha alimentos, álcool e bebidas açucaradas fora do alcance

Cachorro olhando para um homem fazendo churrasco de carne na varanda

Os ossos de frango ou costela podem estilhaçar e causar risco de asfixia para cães, e até mesmo alimentos desossados ​​como cachorros-quentes ou carnes salgadas podem causar problemas gastrointestinais ou aumentar o risco de desidratação.

A espiga de milho também pode ser um risco de asfixia. Outros alimentos como uvas e passas são tóxicos para cães.

O álcool e as bebidas açucaradas também são tóxicas e podem causar enjoos logo após a ingestão.

Mantenha todos os alimentos e bebidas fora do alcance ou em suas mãos o tempo todo.

5. Nenhum cachorro perto da churrasqueira quente

Família fazendo churrasco

A National Fire Prevention Association diz que todos os animais de estimação devem permanecer a pelo menos um metro de distância de grelhadores quentes o tempo todo. Além disso, carvão ou fluido de isqueiro podem atrair filhotes curiosos e podem ser tóxicos se ingeridos.

O acúmulo de gordura abaixo da grelha é tentador e saboroso para os cães, mas pode causar problemas gastrointestinais ou até pancreatite. Ferramentas afiadas para grelhar também são perigosas.

Tudo isso significa que você precisa manter seu cão longe da churrasqueira o tempo todo, e a churrasqueira nunca deve ser deixada sem vigilância.

6. Proteja o lixo

Cornualha, Inglaterra

Mesmo que não haja comida ou bebida ao ar livre, certifique-se de que o lixo esteja seguro e fora do alcance do seu cão.

Não apenas os restos de ossos e alimentos são potencialmente prejudiciais, mas papel alumínio gorduroso, latas ou tampas de garrafas com bordas afiadas, filme plástico, fósforos ou espetinhos de kebab podem ser perigos para a saúde ou sufocar o seu cão.

Os filhotes podem ser particularmente bons em farejar esses itens, e leva apenas um momento para que uma lata de lixo seja derrubada. Mantenha o lixo fora do alcance e coberto com segurança.

7. Evite fogos de artifício, spray de insetos, bastões de incandescência e outros produtos perigosos

Cachorro assistindo fogos de artifício no dia da independência.

Fogos de artifício são perigosos, não apenas porque são explosivos, mas porque assustam os cães. Eles podem causar ansiedade severa e fazer os cães fugirem e se perderem. Se houver fogos de artifício na churrasqueira, seu cão deve estar seguro em casa em uma sala com música para abafar o barulho.

Inseticidas, citronela, bastões luminosos e outros produtos que contêm produtos químicos podem ser tóxicos para os cães.

Mantenha todos esses itens fora de alcance.

8. Mantenha seu cão seguro e certifique-se de que ele tenha uma identificação atualizada

Cachorro labrador se levantando com as patas dianteiras na cerca de madeira

Com todas as pessoas indo e vindo, você terá que garantir que seu cão não encontre uma oportunidade de escapar e se perder.

Se o seu cão estiver em uma área cercada, certifique-se de que o portão permaneça fechado o tempo todo quando não houver pessoas usando. Se o seu cão estiver na coleira, certifique-se de que a coleira esteja segura.

Mantenha as etiquetas de identificação do seu cão e as informações do microchip atualizadas para o caso de o pior acontecer. Muitos cães se perdem durante as reuniões em que é fácil se distrair por um ou dois momentos.

9. Verifique se há sinais de ansiedade

Vista de alto ângulo do Husky Siberiano se escondendo nas árvores

Como mencionado antes, o potencial para ansiedade em um churrasco é alto. Preste atenção aos sintomas de ansiedade em seu cão, que podem incluir tremores, uma cauda dobrada, esconder, tentativas de fuga, movimentos incomuns, diarréia ou lamber e morder várias áreas do corpo.

Esses comportamentos não são apenas destrutivos, mas podem fazer com que seu cão escape e se perca. Se o seu cão está mostrando sinais de ansiedade, é hora de se afastar da ação.

Se possível, você deve levar seu cão para uma área segura para relaxar.

10. Certifique-se de que os convidados conheçam as regras

Cachorro parado perto da churrasqueira olhando para o dono

Não é suficiente ter certeza de que você sabe como manter seu cão seguro. Você precisa se certificar de que os outros hóspedes também entendam as regras.

Se o seu cão precisar estar na coleira quando estiver ao ar livre, informe os convidados que entram e saem de casa que não devem deixá-lo sair. O mesmo se aplica às pessoas que entram e saem de áreas cercadas.

Informe os convidados de que todos os alimentos e bebidas precisam ser contabilizados e o lixo deve ser jogado fora. Os convidados podem querer dar ao seu cachorro uma guloseima saborosa, mas informá-los sobre quais alimentos estão bem. Talvez você possa oferecer algumas guloseimas para cães para os hóspedes que estão ansiosos para alimentar seu cão.

Apenas certifique-se de que todos possam se divertir enquanto mantém seu cão seguro.

Seu cachorro vem para churrascos de verão? Como você garante que eles fiquem seguros? Deixe-nos saber nos comentários abaixo!