As 3 dicas mais importantes de cuidados dentários para cães

Um cachorro escovando os dentes. Esta foto é exclusiva para publicidade veterinária e produtos para cães

Tártaro e gengivite são dois dos problemas mais comuns observados em cães por veterinários. Pobre higiene dental pode causar doenças nas gengivas, perda de dentes e, se não for tratada, doenças mais graves, como infecções bacterianas no coração, fígado ou rins.

Na verdade, 80% dos cães e 70% dos gatos apresentam sinais de doenças bucais e dentais aos três anos de idade. Gengivite e tártaro podem avançar para Doença periodontal ou forma abscessos. Essas infecções podem se espalhar para as válvulas cardíacas, fígado e rins do seu cão. É um negócio sério.

Fevereiro é o mês da saúde bucal para animais de estimação - um mês importante de conscientização sobre nossos animais de estimação e seu bem-estar. Divulgue e incentive amigos e familiares com animais de estimação a praticarem os cuidados domésticos adequados e a fazerem o exame dos dentes de seus cães por um profissional



1. Escovação Diária

Escovar os dentes do seu animal ajuda a remover a placa e a retardar o desenvolvimento do tártaro. Quando começar a escovar pela primeira vez, seja gradual e faça com que seja uma experiência agradável. Comece com umescova de dedoe toque suavemente os dentes do seu cão.

Quando eles ficarem um pouco mais confortáveis ​​com você tocando a boca deles, mova seu dedo em movimentos circulares suaves sobre a frente dos dentes e gengivas. Você pode eventualmente adicionarpasta de dente para animaisquando eles relaxam - NÃO use pasta de dente humana.

À medida que seu cão se acostuma com isso, você pode começar a usar uma escova de dentes para cães, conforme recomendação do veterinário. Algumas raças de cães, especialmente raças menores ou de brinquedo, precisam de mais escovação do que outras. Torná-la uma atividade diária ajudará seu cão a ficar calmo durante o processo e irá mantê-lo em boa saúde bucal.

Dê uma olhada no vídeo acima para obter algumas orientações sobre como escovar os dentes do seu cão. Depois, recompense seu animal de estimação com uma brincadeira ou uma boa caminhada!

2. Dieta e mastigações adequadas

Casal comendo pizza na cama no quarto com seu adorável cachorro.

O que seu animal de estimação come afeta seu sorriso. Converse com seu veterinário sobre a formulação de uma dieta que manterá os dentes do seu cão em boa forma.

Definitivamente, você NÃO deseja compartilhar seus alimentos humanos açucarados com seu cão. Eles não são bons para você, mas podem ser especialmente ruins para os caninos. Os restos da mesa podem não apenas afetar a saúde bucal do seu cão, mas sua saúde geral também será afetada.

Mastigar é ótimo para a saúde bucal dos cães, mas você precisa ter cuidado com o que permite que seu cão mastigue. Certos ossos podem ser perigosos para o seu animal de estimação, e não apenas para os dentes.

Ossos de couro cru, por exemplo, podem arranhar e rasgar órgãos internos e podem facilmente se tornar um risco de asfixia. Freqüentemente, eles são encharcados com produtos químicos que também podem deixar seu cão doente. Eles não devem ser usados ​​para fins de limpeza dos dentes.

Ossos cozidos também podem estilhaçar e causar danos internos. Limite-se aos ossos que o seu veterinário recomendar e substitua-os quando ficarem pequenos o suficiente para o seu cão engolir. Mantenha os ossos na geladeira quando seu cão não estiver mastigando para evitar o acúmulo de bactérias. Sempre supervisione a mastigação também.

Alguns donos de cães também usam guloseimas formuladas para melhorar a saúde bucal.Greeniesé uma marca popular de guloseimas dentais para cachorros, mas peça ao seu veterinário algumas recomendações que podem ser mais adequadas ao seu cachorro.

Brinquedos de cordaou outros brinquedos que seu cão usa para brincar de cabo de guerra também podem ajudar a manter os dentes em boa forma, ao mesmo tempo que lhes dá um bom treino. Certifique-se de que todos os brinquedos que comprar são resistentes o suficiente para o seu cão e guarde-os quando terminar de brincar.

3. Visitas ao dentista canino

Converse com seu veterinário sobre as limpezas dentárias anuais ou semestrais. A limpeza dos dentes realizada pelo seu veterinário é a única maneira de remover o tártaro acumulado.

Assim como você agendaria uma limpeza para os seus próprios dentes, certifique-se de colocar a limpeza do seu animal de estimação na sua agenda também. Você também pode encontrar serviços de limpeza dentária de baixo custo na Internet.

Você pode querer considerar limpezas dentais sem anestesia se seu cão for sensível à anestesia ou se você quiser evitar os efeitos colaterais. Alguns veterinários sugerem que este tipo de limpeza não será tão eficaz em fornecer a limpeza profunda que a boca do seu cão precisa. Você terá que discutir isso com seu próprio veterinário e descobrir o que é certo para você e seu cão.

Seja qual for o tipo de limpeza que você decidir, continue com as limpezas profissionais. Lembre-se de que seu cão pode estar com dor e você pode nem saber disso. Um profissional será capaz de identificar o que está errado e você pode perder.

Uma coisa é certa, a boca do seu filhote ficará melhor depois de uma boa limpeza profissional.

Como você mantém os dentes e as gengivas do seu cão saudáveis? Que outras dicas você daria durante o Mês Nacional da Saúde Bucal para Animais de Estimação? Deixe-nos saber nos comentários abaixo!

Clique nos links em negrito no artigo para ajudar a apoiar nosso conteúdo! DogTime é participante do Programa de Associados da Amazon Services LLC, um programa de publicidade afiliado desenvolvido para fornecer um meio para os sites ganharem taxas por publicidade e links para a Amazon.com.