Tratamento e prevenção de mordidas de animais domésticos

A boca de um animal de estimação é muito mais do que um dispositivo de ingestão de alimentos. Os animais usam a boca para explorar os arredores, comunicar o desejo de atenção ou indicar que estão com dor. Quando eles usam a boca de maneira inadequada para os humanos ou outros animais, o resultado pode ser uma mordida.

Uma mordida pode variar de um simples arranhão na pele a uma ferida de punção profunda que retira sangue. Em qualquer caso, é importante cuidar da ferida de forma adequada. A saliva animal contém bactérias que podem causar infecção e os dentes podem danificar os tecidos subjacentes. Aqui está o que fazer.

Para humanos:Para uma mordida que quase não rompe a pele, limpe a área com água e sabão. Seque a pele, aplique um creme antibiótico e cubra a ferida com um curativo adesivo.



Se a mordida for grave o suficiente para rasgar a pele e causar sangramento, aplique pressão na área com um pano limpo e seco até que o sangramento pare. Em seguida, consulte um médico imediatamente para tratamento posterior. Você pode precisar de pontos, antibióticos ou até mesmo cirurgia, dependendo da gravidade da ferida. Um reforço antitetânico é uma boa ideia se já se passaram mais de 10 anos desde o último.

Para animais:E se um animal de estimação foi mordido por outro animal? Primeiro, coloque a focinheira nele antes de examinar o ferimento, pois a dor pode fazer com que ele morda você por reflexo.

Corte o cabelo ao redor da área para que você possa vê-lo e limpe-o com mais facilidade. Em seguida, lave com água morna por pelo menos cinco minutos. Seque a área com uma toalha limpa, aplique uma pomada antibiótica e coloque um curativo sobre ela, usando fita de primeiros socorros para segurá-la no lugar.

Para uma mordida severa, leve seu animal ao veterinário imediatamente, especialmente se você suspeitar de sangramento interno ou se a mordida for na garganta ou no abdômen. Mordidas nessas áreas podem ser graves, mesmo que não pareçam assim na superfície. Seu animal de estimação pode estar sangrando internamente se você pressionar as gengivas e elas parecerem pálidas em vez de retomarem imediatamente uma cor rosa saudável.

As feridas profundas são difíceis de limpar completamente, portanto, fique atento a problemas nos locais das mordidas. Em humanos e animais, os sinais de infecção incluem dor no local da picada, vermelhidão, inchaço e secreção. Dependendo de quem deu a picada, consulte seu médico ou leve seu animal ao veterinário.

Quer o ferimento seja leve ou sério, é necessário descobrir se o animal que entregou a mordida está em dia com a vacinação anti-rábica. Se você desconhece o animal ou se a mordida foi dada por um animal selvagem, o conselho dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças é presumir que o animal pode ser portador de raiva e procurar aconselhamento médico ou veterinário imediatamente. Guaxinins, gambás, raposas e morcegos são especialmente propensos a transmitir raiva. Não deixe seu animal de estimação entrar em contato com eles.

Porque fazer mordida de cachorro ? Seu doce cão mais velho, que nunca colocou dentes na pele humana, pode morder inesperadamente se você acidentalmente tocá-lo em uma área dolorida. Por exemplo, você pode não saber que ela desenvolveu artrite nos quadris.

Filhotes morda durante a brincadeira, e é importante ensiná-los desde o início a nunca colocar pressão na pele humana. Sempre que um filhote acertar você com dentes afiados como agulhas, grite alto e vá embora. Ele aprenderá rapidamente que usar os dentes acaba com a atenção e o tempo de brincadeira.

Qualquer animal pode morder, mesmo sem querer, por isso é aconselhável tomar precauções. Saber como evitar e tratar picadas poupará você e seu animal de estimação.